Notícias de Caçador e Região

Conselho de Agricultura planeja ações 2013 e PPA

O Conselho Municipal de Agricultura (CMA) promoveu na quarta-feira, 6, na sede da Cidasc em Caçador, seu primeiro encontro de 2013, em caráter extraordinário, para debater três pontos chaves para o andamento dos trabalhos no setor ao longo do ano e também o Plano Plurianual (PPA).

A reunião teve a presença da vice-prefeita Luciane Pereira; do secretário de Fazenda, Gilberto Haudsch; secretário de Agricultura, Tiago Borga; servidores da Prefeitura ligados ao setor; os vereadores Moacir D`agostini e Ricardo Pelegrinello (Comissão de Agricultura da Câmara), além de representantes da Epagri, Cidasc, Sindicato Rural, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caçador (Sitruc), agricultores e demais órgãos ligados à área.

De acordo com Tiago Borga, o primeiro item debatido tratou do orçamento 2013 da Secretaria de Agricultura, assim como sua estrutura física e humana. “Fizemos uma avaliação das ações anteriores e um planejamento para este ano, assim como discutimos o Plano Plurianual (PPA), que trata das ações visando os próximos quatro anos na agricultura”, disse o secretário.

O segundo ponto da reunião foi o movimento econômico rural de Caçador, sua importância e representatividade. Em 2012, conforme Borga, todos os produtos provenientes do meio rural representaram 9% da economia local. “Por conta disso, queremos fortalecer ainda mais os trabalhos do setor da agricultura, pois os números apresentam a importância deste segmento e devemos dar total atenção às ações”, salienta.

Em terceiro, a reunião debateu a criação do Sistema de Inspeção Municipal (SIM), sendo um pedido do prefeito Beto Comazzetto. O secretário de Agricultura explica que todo agricultor que processa um produto agrícola, animal ou vegetal, e que deseja comercializar este produto em Caçador, precisa atualmente do registro no SIE (Sistema de Inspeção Estadual). “Com a implantação do SIM, é possível diminuir o valor da taxa cobrada do agricultor e também os processos burocráticos. É preciso uma estrutura para a implantação deste sistema, mas já estamos realizando o levantamento conforme a solicitação do prefeito, verificando se a demanda é suficiente e também a viabilidade para o agricultor”, ressalta Tiago Borga.

Veja Também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.