Notícias de Caçador e Região

Com Simone Tebet, Lula anuncia mais 16 ministros do novo governo; veja os nomes

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou no início da tarde desta quinta-feira, dia 29, novos nomes para os ministérios do novo governo federal. Lula tomará posse do terceiro mandato de presidente da República no próximo domingo, dia 1º de janeiro de 2023.

O futuro governo começará com 37 ministérios. Com os 16 nomes anunciados nesta quinta-feira, todos do primeiro escalão estão confirmados (veja a lista abaixo). Os primeiros ministros já tinham sido anunciados nos últimos dias. Conforme o presidente eleito, outros nomes que integrarão o governo serão anunciados após a posse.

O presidente eleito também aproveitou o pronunciamento para confirmar os nomes de José Guimarães (PT-CE) como líder do governo na Câmara dos Deputados e de Jaques Wagner (PT-BA) como líder do governo no Senado Federal. Já o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) foi indicado como líder da próxima administração no Congresso Nacional.

Nomes anunciados nesta quinta-feira:

▪ Gabinete de Segurança Institucional: Gonçalves Dias

▪ Secretaria de Comunicação: Paulo Pimenta

▪ Agricultura: Carlos Fávaro

▪ Integração e Desenvolvimento Regional: Waldez Góes

▪ Pesca: André de Paula

▪ Previdência: Carlos Lupi

▪ Cidades: Jáder Filho

▪ Comunicações: Juscelino Filho

▪ Minas e Energia: Alexandre Silveira

▪ Desenvolvimento Agrário: Paulo Teixeira

▪ Esportes: Ana Moser

▪ Meio Ambiente: Marina Silva

▪ Planejamento: Simone Tebet

▪ Turismo: Daniela do Waguinho

▪ Povos Indígenas: Sônia Guajajara

▪ Transportes: Renan Filho

 

Ministros que já tinham sido confirmados por Lula:

▪ Alexandre Padilha (Relações Institucionais)

▪ Márcio Macedo (Secretaria-Geral)

▪ Jorge Messias (Advocacia-Geral da União)

▪ Nísia Trindade (Saúde)

▪ Camilo Santana (Educação)

▪ Esther Dweck (Gestão)

▪ Márcio França (Portos e Aeroportos)

▪ Luciana Santos (Ciência e Tecnologia)

▪ Cida Gonçalves (Mulheres)

▪ Wellington Dias (Desenvolvimento Social)

▪ Margareth Menezes (Cultura)

▪ Luiz Marinho (Trabalho)

▪ Anielle Franco (Igualdade Racial)

▪ Silvio Almeida (Direitos Humanos)

▪ Geraldo Alckmin (Indústria e Comércio)

▪ Vinícius Carvalho (Controladoria-Geral da União)

▪ Fernando Haddad (Fazenda)

▪ Flávio Dino (Justiça)

▪ José Múcio Monteiro (Defesa)

▪ Mauro Vieira (Relações Exteriores)

▪ Rui Costa (Casa Civil)

Veja Também

Comentários estão fechados.