Notícias de Caçador e Região

Cigano deverá ficar afastado do octógono por 45 dias

O caçadorense Junior Cigano dos Santos, que perdeu o cinturão dos pesos pesados para Cain Velásquez no UFC, deverá ficar afastado do octógono por 45 dias, de acordo com suspensão médica. O algoz de Cigano também teve a mesma determinação.

Por um mês, os dois não poderão se envolver em qualquer treino com contato. Cigano até pediu uma nova luta contra o americano, mas ainda não recebeu resposta da direção do evento.

Se Cigano e Velásquez ficarão 45 dias suspensos, outros lutadores poderão ficar até seis meses longe de qualquer atividade profissional. Tim Boetsch, Alan Belcher, Michael Johnson e Todd Duffee receberam afastamentos de 180 por conta de lesões sofridas no UFC 155, mas poderão voltar antecipadamente caso recebam liberação médica.

Mais bem pago

Apesar da derrota, o brasileiro teve o maior salário do evento, recebendo ao menos o valor declarado de US$ 400 mil – os percentuais de venda de pay-per-view, nunca revelados, não entram nesse valor. Isso mostra a moral do lutador junto do evento, pois, por exemplo, o novo campeão Cain Velasquez, recebeu US$ 200 mil, US$ 100 mil de bolsa e mais US$ 100 mil de bônus pela vitória.

O terceiro lutador mais bem pago do evento foi o japonês Yushin Okami, com US$ 84 mil, US$ 42 mil de bolsa e mais US$ 42 mil de bônus pela vitória sobre Alan Belcher, por pontos.

Veja Também
Comentários
Loading...