Notícias de Caçador e Região

Bolsonaro exonera Fábio Faria, ministro das Comunicações, a 10 dias do fim do governo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) exonerou Fábio Faria, ministro das Comunicações do cargo. O decreto com a exoneração consta no DOU (Diário Oficial da União) desta quarta-feira (21) e foi um pedido de Faria, a dez dias do fim do mandato do governo Bolsonaro.

Entre os últimos atos da pasta está a renovação das concessões da Record TV, da Rede Globo e da Band. Assim, as emissoras ficam autorizadas a operar por mais 15 anos, segundo o que prevê a Constituição Federal.

No início de dezembro, o então ministro assinou contrato para utilizar, pela primeira vez em 22 anos, recursos do Fust (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações) para projetos relacionadas a área.

De acordo com o ministério, o contrato libera a quantia de R$ 796 milhões, que tem origem no Fust, para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) repassar aos projetos de telecomunicações.

O Fust foi criado em 2000 com a finalidade de proporcionar recursos destinados a projetos de telecomunicações. As principais receitas que compõem o fundo são a contribuição de 1% sobre a receita operacional bruta, decorrente da prestação de serviços de telecomunicações público e privado, e as transferências provenientes do Fistel (outro fundo).

Nesta semana, Bolsonaro exonerou também o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante os bloqueios das rodovias após o segundo turno das eleições presidenciais, Silvinei Vasques, e indicou o diretor-geral da Polícia Federal, Márcio Nunes de Oliveira, para exercer o cargo de adido policial federal na Embaixada Brasileira em Madri, na Espanha.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.