Notícias de Caçador e Região

ADR recebe projetos de agricultores de Lebon Régis

A Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Caçador recebeu nesta segunda-feira, 1º, mais 30 projetos de agricultores do município de Lebon Régis que foram afetados por um temporal de granizo em outubro de 2015. Eles serão contemplados com R$ 200 mil através do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR), da Secretaria de Estado da Agricultura, para reforma de telhados de barracões danificados com a chuva de pedra.

A entrega dos projetos foi realizada pelo prefeito Ludovino Labas e pelo secretário de Agricultura, Valdemir Pedroso, ao gerente regional de Desenvolvimento Econômico e Sustentável da ADR de Caçador, Jean Carlo Ribeiro. A documentação será entregue pessoalmente na Secretaria de Estado da Agricultura, em Florianópolis, na próxima quinta-feira, 4.

“Desde e o dia que o granizo causou esses estragos em Lebon Régis o Governo do Estado vem auxiliando. Primeiro através da Defesa Civil com doação de itens de primeira necessidade, e agora com recursos para recuperar barracões, através de projetos elaborados junto aos técnicos da Epagri. No ano passado foram 45 agricultores contemplados, agora mais 30 e ainda ficarão 25 para um último repasse”, explica Jean Carlo Ribeiro.

A partir da entrega dos projetos em Florianópolis, a expectativa é que em até 30 dias a documentação retorne para assinatura dos agricultores e liberação dos valores.

Regularização Fundiária contempla 237 propriedades

Outra documentação entregue nesta semana pelo prefeito de Lebon Régis na ADR de Caçador é referente à regularização fundiária rural. Através do projeto do Governo de Santa Catarina, 237 propriedades serão contempladas nos próximos meses.

“Esse projeto abrange propriedades de até 76 hectares. O Estado faz a parte burocrática, as medições e entrega ao proprietário um mapa e uma pré-escritura, para que depois ele entre na justiça e consiga regularizar. É um projeto que está aberto para todos os municípios através dos técnicos da Epagri”, conclui Jean Carlo Ribeiro.

 

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.